Artigo

Ben Affleck vai deixar de ser Batman? Ator nega rumores

Ben Affleck desmentiu as especulações de que teria feito seu último filme como Batman, dizendo aos fãs que conta com o apoio da Warner Bros. para continuar a interpretar o herói da DC.

A reação chega após rumores terem sido publicados na imprensa de entretenimento dos Estados Unidos de que o estúdio estaria a fazer testes com atores para substituir Affleck, de 44 anos, como intérprete do super-herói.

"Deixe-me ser muito claro - eu sou o tipo mais sortudo do mundo", disse Affleck a uma multidão de 6.000 fãs na Comic Con de San Diego, na Califórnia.

"Batman é a melhor parte (...) em qualquer universo, D.C., Marvel, é incrível. Estou emocionado por o interpretar", acrescentou.

Affleck disse que depois de duas aparições como Batman no D.C. Extended Universe da Warner, os chefes do estúdio Kevin Tsujihara, Sue Kroll e Toby Emmerich deixaram claro que o papel continuaria a ser dele.

"Eu acredito neles", disse Affleck, acrescentando que seria "um macaco no chão" para Matt Reeves, que deverá realizar "The Batman" depois de ter estado aos comandos de "Planeta dos Macacos: A Guerra".

Affleck era o nome inicialmente assegurado para dirigir um filme de Batman e coescrever o argumento, mas Reeves - que espera que este seja o início de uma trilogia - anunciou que este projeto tinha caído e que estava a trabalhar numa nova história.

Reeves revelou durante a digressão de promoção de "Planeta dos Macacos" em junho que estava a planear uma versão investigativa de Batman, influenciada pelo lendário realizador Alfred Hitchcock.

Affleck vai colocar a capa e o capuz no filme "Liga da Justiça", de Zack Snyder, que estreia em novembro. O ator partilhou o palco na Comic Con com os coprotagonistas Gal Galot (Wonder Woman), Jason Momoa (Aquaman), Ezra Miller (Flash) e Ray Fisher (Cyborg).

Comentários