Artigo

Exposição retrospetiva do realizador Tim Burton chega ao México

"O Mundo de Tim Burton" inclui uma exposição dedicada aos projetos não concluídos do realizador de "Eduardo Mãos de Tesoura".

Os projetos não concluídos de Tim Burton encontram um espaço privilegiado numa das salas da exibição dedicada à sua obra, que abre esta semana no Museu Franz Mayer da Cidade do México.

Ao contrário de outras retrospetivas, como a apresentada em 2009 no MoMa de Nova Iorque e em 2011 no Museu de Arte de Los Angeles, a mostra "O Mundo de Tim Burton" incluiu uma sala dedicada às ideias do diretor de "Eduardo Mãos-de-Tesoura" que ficaram na gaveta.

"Esta exibição tem uma relação com os processos criativos e alguns bloqueios que surgem neste período. Verão alguns projetos que terminam como um filme ou movimentos de filmagem que terminam como um desenho ou uma fotografia, mas muitos deles nunca foram completados", explicou Burton em conferência de imprensa.

"A minha ideia é não perder o elemento surpresa que pode ser inspirador. Por exemplo, se um rapaz observar um desenho e pensar que pode fazer algo assim ... Para mim, esta inspiração é o mais importante", completou o realizador e produtor americano, de 59 anos.

Quase 500 desenhos, pinturas, instalações, bonecos e imagens em movimento sobre a arte de Burton integram a mostra, que abre ao público na quarta-feira.

Ver artigo completo

Comentários