Artigo

Dog Murras aconselha Riquinho a “organizar-se melhor”

Realizar um “grande” concerto no Centro de Conferências de Belas, em Luanda, em alusão ao Dia da Independência Nacional, foi o último ‘sonho frustrado’ do reconhecido empresário angolano Henrique Miguel (Riquinho). Tal como aconteceu na Gala dos Namorados, em Fevereiro, o evento deste fim-de-semana , a Gala da Dipanda, contou com menos da metade do público e dos artistas esperados.

Pelo facto recorrente, o cantor Dog Murras, que foi uma das figuras convidadas para a gala, apontou “razões alheias à sua vontade” como motivo principal da sua ausência e aconselhou o realizador do espectáculo a “organizar-se melhor, ler os sinais do tempo e valorizar mais o público”.

Em entrevista ao parceiro PlatinaLine, este fim-de-semana, Riquinho indicou a “falta de divisas” como “o grande vilão” do evento, tendo por conseguinte estado impossibilitado de honrar com os compromissos financeiros junto dos vários artistas.

Confira abaixo o cartaz e as declarações de Dog Murras em relação à ‘Gala da Dipanda’:

@ Edmilton Scuman - SAPO

Comentários