Artigo

Nacobeta não recebeu apoio de nenhuma produtora ou instituição, acusa o irmão

Foi durante a manhã de segunda-feira que fãs, colegas, amigos e familiares receberam a notícia do falecimento do famoso kudurista angolano Nacobeta, vítima de doença, apanhando tudo e todos de surpresa.

Em declarações ao canal Zap, o irmão mais velho de Nacobeta, Bula, afirmou que o artista estava de malas feitas para sair do hospital logo na terceira semana de setembro. "Infelizmente, aconteceu isto. O Nacobeta estava com problemas nas cordas vocais, a garganta já tinha sofrido duas operações cá em Angola, uma na Clínica Multiperfil e outra no Hospital Josina Machel, e os doutores especialistas na área disseram que a terceira operação já não podia ser feita cá”, explicou.

“Há um tempo atrás algumas pessoas pronunciaram-se via redes sociais, dizendo que podiam ajudar, mas nada foi feito, não vimos nada", adiantou o irmão do malogrado. "Nós queríamos fazer e algumas pessoas manifestaram [vontade] em fazer, mas as pessoas, instituições e produtoras nunca chegaram de ajudar, senão teríamos saído há mais tempo e não passaríamos por esse momento que estamos a passar agora" reforçou.

O irmão mais velho de Nacobeta, logo no início do ano, prestou declarações ao SAPO onde se mostrava indignado com as falsas notícias que na altura circulavam, dando conta da morte do artista. Pelo meio, o familiar frisou que, em conversa com o kudurista, lhe prometera fazer de tudo para custear o tratamento: "Mano estou a ver a aflição dos médicos e isso não é bom. Quando os médicos passam relatório sempre, não sei se vou andar a pé, mas vou virar-me e vamos sair daqui a qualquer momento", terá prometido a Nacobeta.

Sobre o seu estado de saúde, os familiares afirmam que ele encontrava-se bem e que todos os domingos tirava o seu tempo para ir à igreja, acompanhado de uma enfermeira do hospital, sendo que este domingo repetiu a rotina. "Passámos todo dia juntos com a família, hoje de manhã eu precisava de uma cópia do bilhete e fui tirar a cópia nas imediações do Josina Michel, e eis que, ao sair daí, começou a sentir a garganta a fechar, em asfixia”, recordou Bula. Nacobeta ainda foi enviado para o banco de urgência do hospital, mas acabou por não resistir.

Com uma uma carreira artística de mais de dez anos, o cantor e kudurista tornou-se famoso na companhia de Puto Português, com quem produziu e publicou vários temas, entre eles os êxitos “Wakimono”, “Bababa” e “Mata Cobra”.

@Priscila Jorge

Comentários