Artigo

Salvador Sobral já fez transplante de coração: "Ele está muito animado, muito bem disposto"

O músico Salvador Sobral, que venceu o último festival Eurovisão da canção, foi na sexta-feira submetido a um transplante cardíaco, que “correu bem sob todos os aspetos”, e a recuperação “tem evoluído bem”.

Salvador Sobral, vencedor do Festival Eurovisão da Canção, foi submetido a um transplante de coração esta sexta-feira, 8 de dezembro.  Os pormenores da operação, no Hospital de Santa Cruz, em Carnaxide, Oeiras, foram dados este sábado, 9 de dezembro, pela equipa que o operou, que disse que a recuperação será demorada, o que é normal neste tipo de transplantes, mas que o músico “vai ter uma vida completamente normal” se tudo correr bem.

"Os desafios são os de qualquer transplante. A cirurgia correu bem, correu bem sob todos os aspetos. Não creio que este fosse um desafio diferente dos outros. Atrás deste dia estão muitos meses de dedicação de muitos profissionais (...) A cirurgia correu bem", disse o cirurgião Miguel Abecassis, o médico responsável pela equipa que operou o cantor.

"A recuperação, o que posso dizer, é que tudo está a evoluir bem. O Salvador está muito animado, muito bem disposto", frisou, revelando que o cantor pediu para ouvir música clássica antes da operação. "[Quando lhe dei a notícia], Ele só me disse três coisas: perguntou-me se eu estava em forma, eu disse que sim, perguntou se podíamos pôr música e que ele preferia música clássica, e finalmente desejou-me sorte", contou, sublinhando ainda que o vencedor da Eurovisão "estava muito bem preparado, é um jovem muito inteligente e que recebeu muito bem a notícia do transplante".

"É gesto de generosidade e de amor muito grande"

Sobre a recuperação, o médico explicou que não é possível avançar com uma previsão de quanto tempo o músico vai ficar internado, mas que espera que o músico volte o mais breve possível à sua vida. "Se tudo correr bem, ele cairá no grupo dos doentes que, em cinco anos, [terá o coração a funcionar] à volta dos 85% e terá uma vida completamente normal. É isso que a gente quer", explicaram os médicos.

Questionados sobre as primeiras palavras de Salvador Sobral, os médicos revelaram que o cantor agradeceu a toda a equipa. "E disse-o com boa voz", assinalou a equipa.

O médico José Neves explicou ainda que "o transplante é a ponta do iceberg de qualquer doente transplantado" e que, no caso de Salvador Sobral, é o resultado de "muitos meses em lista de espera e muitos meses internado".

"Este é um exemplo típico de um gesto de generosidade e de amor muito grande. Nos tempos que nós vivemos, isto deve-nos fazer reflectir mais do que fazer perguntas", disse ainda em conferência de imprensa o Dr. Miguel Abecassis

Ver artigo completo

Comentários