Artigo

Beboclone: “ O estilo kuduro ainda é alvo de muito preconceito”

Em entrevista exclusiva ao SAPO, Beboclone, autor do sucesso "Kwankwaram", esclareceu que na busca de patrocínio sente muita descriminação dos empresários por causa do estilo musical.

“Politata” e “Mabolongo” são as suas músicas promocionais que já foram lançadas em 2016. Com um álbum pronto para ser lançado, o artista revelou que tem dificuldades financeiras que o impedem de levar a sua obra discográfica à Praça da Independência.

“A escassez de patrocínio no nosso país ainda é muito alta, principalmente para o estilo kuduro que ainda é alvo de muito preconceito”. Disse Beboclone acrescentando que tem fé e que as coisas irão melhorar.

“O público sempre pergunta quando é que Beboclone vai lançar o disco... Estou a lutar para que isso aconteça no ano corrente e não irei desistir facilmente dos meus objectivos”, contou o kudurista.

Desde o tempo em que fazia parte do grupo “Os mais Potentes”, o artista nunca lançou uma obra discográfica no mercado e não vai esmorecer ou deixar que o seu sonho adormeça diante as dificuldades.

Neste álbum constam 12 faixas musicais e a participação especial de Bebucho que Cuia, MC Cabinda e dois artistas que preferiu não revelar.

Comentários