Artigo

Fox News despede mais um apresentador acusado de assédio sexual

Um apresentador do canal norte-americano Fox News foi demitido após acusações de assédio sexual, no terceiro caso deste tipo em pouco mais de um ano no meio de linha editorial conservadora.

No início de agosto, o portal de notícias Huffington Post havia reportado que o apresentador do programa "The Specialists", Eric Bolling, tinha enviado a pelo menos três colegas de trabalho várias mensagens com fotos de seus genitais. Segundo a notícia, as mensagens tinham sido enviadas há vários anos.

A direção da Fox News suspendeu o apresentador horas depois da revelação e anunciou o início de uma investigação comandada por advogados externos à empresa.

Nas indagações foi feita "uma revisão confidencial das acusações", informou uma porta-voz do veículo, sem dar maiores detalhes sobre as conclusões.

Esta sexta-feira, a Fox News anunciou o despedimento saída de Bolling, na sequência de uma série de escândalos que atingiram a imagem da estação desde o ano passado.

Em julho de 2016, o fundador e diretor da Fox News, Roger Ailes, foi obrigado a deixar o cargo após ser acusado de assédio sexual, assim como fez o apresentador estrela da emissora, Bill O'Reilly, pelas mesmas razões.

Em julho passado, o diretor de programas do canal Fox Sports, filial do grupo 21st Century Fox, foi demitido, suspeito de comportamentos inadequados.

Comentários