Artigo

Globo recebe seis indicações em cinco categorias do Emmy Internacional 2017

A Academia Internacional de Artes e Ciências da Televisão anunciou, nesta quarta-feira, dia 27, os indicados ao Emmy Internacional 2017. Entre eles, estão seis da Globo, em cinco categorias.

Eliza (Marina Ruy Barbosa), Jonatas (Felipe Simas) e Arthur (Fábio Assunção)

créditos: Copyright: Artur Meninea 2014

Segundo a nota enviada ao SAPO, a lista de quatro finalistas de “Melhor Novela” tem dois títulos da Globo: “Totalmente Demais” e “Velho Chico”. Adriana Esteves concorre, pela segunda vez, como “Melhor Actriz”, agora pela personagem Fátima, de ‘Justiça’. A minissérie também disputa o troféu de “Melhor Série Dramática”. O ‘Tá no Ar’ concorre como “Melhor Comédia”, enquanto ‘Alemão’ foi indicado na categoria “Melhor Filme/Minissérie para TV”. Os vencedores serão conhecidos no dia 20 de Novembro, em Nova York, Estados Unidos.

 Globo recebe seis indicações em cinco categorias do Emmy Internacional 2017
Velho Chico - Afranio ( Rodrigo Santoro ), Leonor ( Marina Nery ) Casamentocréditos: TV GLOBO

As novelas da Globo concorrem com produções do Canadá ("30 Vies - Isabelle Cousineau") e da Turquia ("Kara Sevda"). História de Benedito Ruy Barbosa, escrita por Edmara Barbosa e Bruno Luperi, com direcção artística de Luiz Fernando Carvalho, ‘Velho Chico’ conta a trajectória do amor entre Maria Tereza de Sá Ribeiro (Isabella Aguiar/Julia Dallavia/Camila Pitanga) e Santo dos Anjos (Rogerinho Costa/Renato Góes/Domingos Montagner), integrantes de duas famílias rivais.

Sucesso no horário das oito, a novela ‘Totalmente Demais’, foi escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm, com direcção geral de Luiz Henrique Rios. O público emocionou-se acompanhando a história da doce Eliza (Marina Ruy Barbosa), uma vendedora de flores que se transforma numa modelo famosa. No caminho, fica dividida entre dois amores: Jonatas (Felipe Simas), um rapaz que vendia balas no semáforo, e Arthur (Fábio Assunção), dono de uma agência de modelos. 

 Globo recebe seis indicações em cinco categorias do Emmy Internacional 2017
Lipê ( Danton Mello ), Fê ( Luana Martau ), Tony Karlakian ( Marcelo Adnet ), Vovó Ieda ( Renata Gaspar ) e Rick Matarazzo ( Marcius Melhem ). créditos: www.paulobelote.com

Indicada em duas categorias, a minissérie ‘Justiça’, de Manuela Dias, com direcção artística de José Luiz Villamarim, apresenta quatro histórias conectadas por crimes ocorridos em uma mesma noite em Recife. A disputa pelo prêmio será com a Noruega ("Mammon II"), Japão ("Moribito: Guardian of the Spirit") e Austrália ("Wanted").

Em ‘Justiça’, Adriana Esteves vive os dramas de Fátima, uma doméstica que vê a sua vida mudar completamente após um incidente envolvendo o cão dos seus novos vizinhos. Esta é a segunda indicação da actriz ao Emmy Internacional: a primeira foi em 2011, por sua interpretação de Dalva de Oliveira, em ‘Dalva e Herivelto’. Este ano, suas concorrentes são Anna Friel (Reino Unido), Sonja Gerhardt (Alemanha) e Thuso Mbedu (África do Sul).

 Globo recebe seis indicações em cinco categorias do Emmy Internacional 2017
Rose ( Jéssica Ellen ), Vicente ( Jesuíta Barbosa ), Fátima ( Adriana Esteves ) e Maurício ( Cauã Reymond )

Ficção e realidade misturadas em uma série electrizante. Assim é ‘Alemão, os dois lados do Complexo’, que conta a história de cinco polícias encurralados na comunidade do Alemão, no Rio de Janeiro, prestes a ser invadida pelas forças de segurança do estado. Com quatro episódios, a série é um desdobramento da longa-metragem ‘Alemão’, com direcção de José Eduardo Belmonte, enriquecida por cenas reais da cobertura da invasão do Complexo feita pela Globo. Na categoria “Melhor Filme/Minissérie para TV”, concorre com produções de Japão ("Tokyo rial"), França ("Ne m'abandonne pas") e Reino Unido ("Reg").

Concorrente na categoria “Melhor Comédia”, ‘Tá no Ar’ satiriza a programação da própria televisão brasileira. Nada escapa ao olhar crítico e bem - humorado dos realizadores do programa, que tem redação final de Marcelo Adnet e Marcius Melhem. Os concorrentes são programas da Bélgica (“Callboys”), Japão ("Rakugo The Movie") e Reino Unido ("Alan Partridge's Scissored Isle"). 

 Globo recebe seis indicações em cinco categorias do Emmy Internacional 2017
Alemão - Playboy ( Cauã Reymond)

Única televisão brasileira a receber o Emmy Internacional, a Globo já acumula 16 prémios, incluindo o primeiro ‘Directorate Award”, recebido por Roberto Marinho, fundador da Globo, em 1976.  O segundo foi conquistado em 1981, com o musical ‘A Arca de Noé’. No ano seguinte, foi a vez de ‘Morte e Vida Severina’. Roberto Marinho recebeu novamente o prêmio na categoria 'Direcção' em 1983. Na estreia da categoria ‘Melhor Novela’, em 2009, o Emmy foi para ‘Caminho das Índias’, de Glória Perez. Em 2011, a emissora foi novamente vencedora na categoria ‘Melhor Novela' com ‘Laços de Sangue’, co-produção com a SIC, exibida em Portugal.

No mesmo ano, no Emmy Internacional de Jornalismo, a Globo foi premiada pela cobertura do ‘Jornal Nacional’ sobre a invasão do Complexo do Alemão. Em 2012, duas estatuetas foram conquistadas com as produções ‘O Astro’ como ‘Melhor Novela', e ‘A Mulher Invisível’, por ‘Comédia'. No ano seguinte, além do prêmio de Fernanda Montenegro como ‘Melhor Atriz’, a Globo levou a estatueta de ‘Melhor Novela' com 'Lado a Lado'.

Já em 2014, Roberto Irineu Marinho, presidente do Grupo Globo, foi homenageado com o prémio de Personalidade Mundial da Televisão, por sua liderança da marca Globo, nacional e internacional. No mesmo ano, ‘Jóia Rara’ conquistou o prémio de ‘Melhor Novela’. Em 2015, ‘Império’ levou o prémio de ‘Melhor Novela’, e ‘Doce de Mãe’’, de ‘Melhor Comédia’. No ano passado, Verdades Secretas’ foi eleita a ‘Melhor Novela’.

Comentários