Artigo

Nova temporada de Malhação mostra os laços de amizade entre cinco adolescentes

Pela primeira vez em 22 anos, a série tem como cenário a cidade de São Paulo, onde as “Five” se vão conhecer e viver aventuras inesquecíveis.

Keyla ( Gabriela Medvedovski ), Ellen ( Heslaine Vieira ), Tina ( Ana Hikari ), Lica ( Manoela Aliperti ) e Benê ( Daphne Bozaski ).

créditos: ramon vasconcelos

Dizem que os amigos são a família que escolhemos. Mas, raras vezes, o destino é capaz de tomar as rédeas da nossa vida e presentear-nos com uma amizade inesperada e mais forte que a distância, o tempo e, principalmente, as diferenças que poderiam separar as pessoas.

É sobre isso que trata a nova temporada de ‘Malhação: Viva a Diferença’, protagonizada por Keyla (Gabriela Medvedovski), Lica (Manoela Aliperti), Ellen (Heslaine Vieira), Tina (Ana Hikari) e Benê (Daphne Bozaski). Com universos distintos, a amizade das Five nasce na pulsante cidade de São Paulo e, juntas, vão perceber como as diferenças culturais e sociais as vão aproximar e enriquecer esta relação.

 Malhação
Lica ( Manoela Aliperti ) e MB ( Vinicius Wester )

Concebida por Cao Hamburger e dirigida por Paulo Silvestrini, o autor explica como definiu a história. “O Brasil é um país de misturas, de culturas distintas e de diferenças sociais. Vamos explorar as dificuldades e as belezas da convivência de pessoas tão diferentes e falar sobre respeitar a opinião do outro, a posição do outro, a cultura do outro", afirma. Silvestrini complementa: “O nosso protagonismo é a diversidade. A questão das diferenças é relevante, urgente e impossível de ser ignorada”.

Não é por acaso que, pela primeira vez em 22 anos, uma temporada de ‘Malhação’ é feita na capital paulistana, escolhida por representar um microcosmo do Brasil em toda a sua pluralidade. “São Paulo tem a ver com o conceito de diversidade do povo brasileiro e é uma metrópole que tem a caraterística de ter pessoas de backgrounds diferentes. Também queria que tivesse um multiprotagonismo”, conta Cao.  

 Malhação
Keyla ( Gabriela Medvedovski ) e Tato ( Matheus Abreu )

Sobre o encontro das Five

É mais um dia agitado em São Paulo. As nuvens carregadas anunciam um temporal daqueles para a cidade. Keyla (Gabriela Medvedovski), Lica (Manoela Aliperti), Ellen (Heslaine Vieira), Tina (Ana Hikari) e Benê (Daphne Bozaski) estudam em escolas do bairro Vila Mariana e talvez já tenham cruzado olhares. Keyla, Ellen e Benê são alunas do Colégio Estadual Cora Coralina. Lica e Tina, da escola particular Colégio Grupo.

Mas, apesar de frequentarem o mesmo bairro, elas são de realidades distintas e não se conhecem ainda. Por coincidência, embarcam no mesmo vagão de metro junto com outras dezenas de pessoas. Ao longo do caminho, o vagão esvazia e só restam as cinco meninas. A chuva lá fora aperta e o caos é iminente. Keyla, carregando uma barriga de nove meses de gravidez, começa a sentir as dores do parto.

 Malhação
Anderson (Juan Paiva) e Tina (Ana Hikari)créditos: ramon vasconcelos

A tensão dentro do vagão é proporcional à tempestade que cai na rua. Talvez por não verem outra alternativa, mas sem dúvida por terem muita coragem e solidariedade, as outras quatro meninas unem-se para ajudá-la. Sem saída, elas vêem a urgência de realizar o parto ali mesmo. O nascimento da criança marca o vínculo entre estas cinco meninas todas tão diferentes.

A maior cidade de sempre

Construída nos Estúdios Globo, a nova cidade cenográfica de ‘Malhação’ conta com mais de 6.620 m² e vai receber cerca de 80% das gravações da temporada 'Viva a Diferença'. “O ponto de encontro dos nossos personagens é o bairro de Vila Mariana, em São Paulo. É ali que diferentes universos convergem, convivem e percebem as suas diferenças e afinidades”, explica o director Paulo Silvestrini sobre a primeira temporada do programa, que será ambientada na capital paulistana.

 Malhação
Dóris ( Ana Flávia Cavalcanti ) e Bóris ( Mouhamed Harfouch )créditos: Cesar_Alves

O espaço inclui o Colégio Estadual Cora Coralina e o Colégio particular Grupo; a lanchonete e o galpão do personagem Roney (Lúcio Mauro Filho); a saída do metro do bairro e outros ambientes. O cenógrafo José Cláudio explica o processo de criação da cidade cenográfica. “Passeei muito em São Paulo para reproduzir o universo da cidade. O bairro de Vila Mariana tem uma mistura de prédios, vilas, bares, comércio e é bastante arborizado. Estamos trazendo vários elementos que identificam a metrópole”, diz. 

Comentários