A simples menção da possibilidade de um "remake" de "A Princesa Prometida", o filme de culto dos anos 1980, fez as redes sociais entrarem em polvorosa.

Essa foi a lição aprendida pelo CEO da Sony Entertainment quando casualmente divulgou a ideia numa entrevista publicada na terça-feira (17) na Variety, provocando uma tempestade por parte de milhares de fãs e personalidades da vida pública, muitas delas pessoalmente "ofendidas" pela menção do remake.

"Há uma escassez de filmes perfeitos neste mundo. Seria uma pena estragar este", escreveu Cary Elwes, que interpretou o protagonista Westley.

Realizada por Rob Reiner e escrita por William Goldman, a história de amor de 1987 passou a representar a "perfeição" em termos de filmes de contos de fadas para toda uma geração de espectadores.

Uma das frases mais famosas do filme, "Inconcebível!", dita pelo ator Wallace Shawn, parecia resumir a indignação coletiva.

"A sério?", afirmou a atriz Jamie Lee Curtis, que é casada com Christopher Guest, também conhecido como Conde Rugen, o homem com um dedo extra, pelos apaixonados pelo filme.

"Bom, eu casei com o homem de seis dedos, obviamente por isso estamos juntos há 35 anos e existe apenas um ÚNICO A Princesa Prometida e é o de William Goldman e @robreiner. Quem diga algo diferente está a vender alguma coisa", insistiu Curtis.

Além de Elwes e Robin Wright, que interpretaram os protagonistas do filme, "A Princesa Prometida" contou com um elenco notável e com nomes como Mandy Patinkin, Billy Crystal, Chris Sarandon, Peter Falk e o lutador André, o Gigante.

Tony Vinciquerra, CEO da Sony Pictures Entertainment, mencionou a possibilidade de um remake numa entrevista na Variety em uma matéria sobre o produtor-executivo do filme, Norman Lear.

"Temos tantas pessoas a dizerem-nos: 'Queremos refazer este ou aquele programa'", referiu. antes de acrescentar a frase fatal de que "Pessoas muito famosas, cujos nomes não mencionarei, querem refazer 'A Princesa Prometida'".

O ator canadiano Seth Rogen foi "acusado" por um fã, que lhe disse para "admitir" que era uma dessas pessoas, e respondeu com um "Jamais ousaria isso".

A revolta dos fãs ultrapassou as colinas de Hollywood e chegou a personalidades inusitadas.

"Inconcebível que alguém sequer pense em tentar ...", protestou o senador republicano Ted Cruz sobre o remake, numa série de mensagens  que também incluía alertas, todos em letras maiúsculas, como: "NÃO MEXAM COM A PERFEIÇÃO".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.