É um favorito aos Óscares graças a "O Herói de Hacksaw Ridge", de Mel Gibson, e o protagonista de "Silêncio", o novo filme de Martin Scorsese, mas em 2006 Andrew Garfield era apenas um ator de 23 anos.

Em entrevista ao Entertainment Weekly, aquele que é atualmente um dos nomes mais procurados em Hollywood recordou esses tempos e os "muitos" papéis que não conseguiu, incluindo um que "realmente deixou marca" porque estava apenas a dar os primeiros passos na carreira e era fã dos livros.

"Realmente queria fazer... isto é tão pateta. Havia um filme "Nárnia". O filme "Príncipe Caspian"..."

A estrela refere-se concretamente a "As Crónicas de Nárnia: Príncipe Caspian", a adaptação da obra de C. S. Lewis que estreou em 2008, dois anos antes de David Fincher o escolher para "A Rede Social", o filme com que chamou a atenção da indústria.

O papel foi para Ben Barnes, catapultando-o durante alguns anos para outros projetos importantes em Hollywood.

"No fim, Ben Barnes conseguiu o papel. Ben Barnes, hei de apanhar-te! Não, apenas queria muito aquela personagem... acho que o feedback foi "Ele não é suficientemente bonito". O que se pode fazer? Não sou bonito o suficientemente para o Príncipe Caspian.”

No fim, talvez tenha sido uma sorte: "Príncipe Caspian" fez apenas metade das receitas de "As Crónicas de Nárnia: O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa" (2005) e a sequela "A Viagem do Caminheiro da Alvorada" (2010) ainda menos. E agora um está na série "Westworld" e outro na rota dos Óscares.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.