O ator
Benicio del Toro, reconhecido pela presença em filmes como
«Os Suspeitos do Costume»,
«Traffic - Ninguém Sai Ileso»,
«21 Gramas»,
«Sin City - Cidade do Pecado» e o «biopic» «Che» (
«Guerrilha» e
«O Argentino»), será homenageado com um prémio Donostia pelo conjunto da sua carreira na 62ª edição do Festival de Cinema de San Sebastián.

O americano nascido em Porto Rico, de 47 anos, também será a estrela do encerramento do festival com a exibição do filme «Escobar: Paradise Lost», do realizador italiano Andrea di Stefano, no qual interpreta o narcotraficante colombiano Pablo Escobar.

«Benicio del Toro confirmou a presença em San Sebastián para apresentar o filme e receber o Prémio Donostia como reconhecimento de toda a sua trajetória», anunciou a organização do evento.

O hispânico, vencedor do Óscar de ator secundário por «Traffic» em 2001, será o segundo premiado este ano com o Donostia. O americano Denzel Washington receberá a homenagem na abertura do festival.

Criado em 1986, o Prémio Donostia foi entregue na primeira edição a Gregory Peck. Desde então já homenageou grandes estrelas do cinema como Lauren Bacall, Al Pacino, Robert de Niro e Meryl Streep.

A 62ª edição do Festival Internacional de Cinema de San Sebastián acontecerá de 19 a 27 de setembro na cidade com o mesmo nome do norte da Espanha.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.