Após uma intensa disputa em Hollywood, foi a Paramount que comprou os direitos mundiais de "Babylon", o próximo projeto no cinema de Damien Chazelle.

A pensar nos Óscares, o estúdio já escolheu a data de estreia nos EUA: o dia de Natal de 2021, com uma expansão para mais salas a 7 de janeiro.

O realizador de "La La Land" escreveu o argumento, descrito como um drama adulto original que mistura personagens reais e fictícias em Hollywood na transição do cinema mudo para o sonoro, no final dos anos 1920.

As primeiras notícias sobre projeto são de julho, altura em que circulou o interesse de Emma Stone, que ganhou o Óscar de Melhor Atriz precisamente com "La La Land", mas também de Brad Pitt. O plano com os atores mantém-se, ainda que os acordos ainda não estejam fechados.

As estrelas tornarão mais atrativo o que foi descrito como um "trabalho de autor ousado" que precisa de um orçamento "significativo".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.