Catherine Deneuve foi internada de urgência num hospital em Paris esta quarta-feira (6) após sentir-se mal durante a noite, está a avançar o Le Parisien.

A sua saúde "inspira cuidados" e irão realizar-se "exames aprofundados", acrescenta o jornal.

No entanto, os representantes da lenda do cinema francês, que confirmaram a notícia ao canal de televisão BFM TV, avançam que está "fatigada" e que isto deveu-se à sua "agenda sobrecarregada".

A atriz, com 76 anos completados a 22 de outubro, mantém um ritmo imparável no cinema: além da estreia de "Fête de famille" nas salas francesas a 4 de setembro, surgiu ainda este ano nos filmes "L'Adieu à la nuit", de André Téchiné, e "La Dernière folie de Claire Darling", de Julie Bertucelli, inéditos em Portugal, além de "La Vérité", do japonês Hirokazu Kore-Eda, que teve antestreia mundial no Festival de Veneza.

Atualmente estava a trabalhar na região de Paris na rodagem de "De son vivant", de Emmanuelle Bercot, ao lado de Benoît Magimel.

Catherine Deneuve tem uma longa e icónica carreira com papéis em clássicos como «A Bela de Dia» (1967), de Luis Buñuel, e «Repulsa» (1965), de Roman Polanski.

Obteve o seu primeiro César, o principal prémio de cinema francês, em 1980 com «O Último Metro», de François Truffaut, e foi nomeada para um Óscar pelo seu papel em «Indochina» (1992), de Regis Wargnier.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.