Pela primeira vez desde "Bons Rapazes", há quase cinco anos, Russell Crowe vai ser protagonista num projeto de um grandes estúdios de Hollywood.

O vencedor do Óscar por "Gladiador" foi escolhido para "American Son", uma versão americana do brutal "Um Profeta", considerado um dos melhores filmes franceses do século XXI.

A história vai centrar-se num jovem que fica sob o controlo de um implacável mafioso (Crowe) quando chega à prisão e vai subindo na hierarquia até ganhar um lugar para o seu grupo entre as máfias italiana e russa.

O projeto é de prestígio e segundo a publicação Variety, uma das grandes prioridades da Paramount após ter andado a marcar passo noutro estúdio, a Sony: a adaptação foi escrita há vários anos por Dennis Lehane, o aclamado autor de "Mystic River", "Vista Pela Última Vez..." e "Shutter Island".

Um "casting" vai encontrar um "rosto novo" para ser o protagonista, mas para a realização foi escolhido Andrew “Rapman” Onwubolu, que chamou a atenção de Hollywood com “Blue Story”, um filme aclamado filme britânico (inédito em Portugal) que contava através do rap a história de dois amigos de zonas diferentes de Londres que entravam em conflito numa violenta guerra territorial entre gangues.

O filme original francês "Um Profeta" era realizado por Jacques Audiard, o mesmo de obras tão elogiadas como "De Tanto Bater o Meu Coração Parou", "Nos Meus Lábios" e "Dheepan".

Conquistou o Grande Prémio do Júri no Festival de Cannes, foi nomeado ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro e ganhou nove Césares na cerimónia de prémios mais importante do cinema francês.

No papel principal estava Tahar Rahim, que se tornou uma das atuais estrelas do cinema francês com o papel de Malik El Djebena, um adolescente árabe que não sabia ler nem escrever e chegava à prisão completamente só e com um aspeto mais jovem e frágil que os outros reclusos para cumprir uma pena de seis anos.

Encurralado pelo líder do gangue corso (papel de Niels Arestrup), que dominava a prisão e lhe dava uma série de "missões", transformava-se numa pessoa mais dura que, com o tempo, granjeava a confiança do seu mentor.

Mas Malik revelava não só ser corajoso como um aluno que aprendia depressa, começando a desenvolver secretamente os seus próprios planos para ascender na violenta e brutal hierarquia da prisão.

VEJA O TRAILER "UM PROFETA".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.