Amy Adams vai falhar a oportunidade de ser nomeada pela sétima vez para os Óscares: o seu único filme deste ano, realizado pelo prestigiado Joe Wright, foi "atirado" para 2020 a menos de três meses da estreia.

Segundo o The Hollywood Reporter, "The Woman in the Window" passou de 4 de outubro nos EUA (e 17 em Portugal) para o ano que vem para que sejam feitas refilmagens após sessões de teste terem deixado os espectadores confusos com a história.

No filme, baseado num romance de 2017 de AJ Finn, Amy Adams é uma psicóloga infantil que sofre de agorafobia e testemunha um crime enquanto está a espiar os seus vizinhos. O seu dilema é avisar ou não a polícia.

Os vencedores dos Óscares Gary Oldman e Julianne Moore são outros atores neste novo trabalho do realizador de "Orgulho e Preconceito" e "A Hora Mais Negra" com ecos de "thrillers" clássicos como "Janela Indiscreta", de Alfred Hitchcock.

"Estamos a lidar com um romance complexo. Testámos o filme bastante cedo por essa mesma razão. Queríamos torná-lo melhor e temos tido o apoio total da Disney para tal", explicou Elizabeth Gardner, presidente da Fox 2000.

"The Woman in the Window" é a última produção da Fox 2000, divisão da 20th Century Fox, antes do acordo de fusão deste estúdio com Disney concluído em março.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.