"Die Hard" (ou "Assalto ao Arranha-Céus", 1988), "Dirty Dancing" ("Dança Comigo", 1987) e "O Feiticeiro de Oz" (1939) estão à frente da lista dos filmes que os britânicos gostam de ver mais do que uma vez.

Todos foram vistos em média de 12 vezes por cada britânico, concluiu um novo estudo da Now TV sobre as maiores obsessões de cinema.

O estudo também revelou que 67% dos britânicos aproveitaram o confinamento forçado pela COVID-19 para rever os seus filmes e séries preferidos, com 79% a responderem que isso lhes deu nostalgia e serviu de consolo. Ainda houve 36% que indicaram que isto os "ajudou a esquecer as suas preocupações e inquietações".

Na lista dos filmes bem conhecidos que as pessoas nunca se cansar de rever não podia faltar a saga na "galáxia muito, muito distante": o primeiro"Star Wars" (1977) e  as sequelas "O Império Contra-Ataca" (1980) e "O Regresso de Jedi" (1983) estão em quarto, quinto e sétimo lugar, cada um visto pelo menos 11 vezes.

Pelo meio, em sexto, está o clássico "Mary Poppins" (1964), com Julie Andrews.

Vistos em média dez vezes estão clássicos como "Música no Coração" (1965), o primeiro "Regresso ao Futuro" (1985), "O Clube" ("The Breakfast Club", 1985), as animações "O Rei Leão" (1994) e "The Incredibles" (2004), os primeiros "Rocky" (1976) e "Os Caça-Fantasmas" (1984), e a animação "Monstros e Companhia" (2001).

A lista dos 20 vistos mais do que uma vez (mais concretamente nove) completa-se com o primeiro "Arma Mortífera" (1987), "Top Gun - Ases Indomáveis" (1986), "Harry Potter e a Pedra Filosofal" (2001), "O Padrinho" (1972) e "Tubarão" (1975).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.