Bruce Willis cumpriu a tradição e tornou-se no 16º "homenageado" do "Comedy Central Roast", o programa especial do canal de comédia dos EUA onde o "alvo" revela muito poder de encaixe ao ser arrasado ("assado", à letra) por amigos, colegas e comediantes.

Com Joseph Gordon-Levitt como anfitrião (que interpretou uma versão mais jovem de Willis em "Looper), o programa de três horas foi gravado no sábado à noite e juntou várias pessoas do passado da estrela de "Die Hard", desde Cybill Shepherd (da série "Modelo & Detective") a Edward Norton e Dennis Rodman.

No entanto, a grande surpresa do alinhamento, mesmo para o próprio, porque não tinha sido anunciada, foi a de Demi Moore, a primeira esposa entre 1987 e 2000.

Os relatos de quem esteve presente na gravação indicam que foram dela algumas das "críticas" mais sonantes.

"Fui casada com o Bruce durante os primeiros três filmes 'Die Hard', o que faz sentido porque os últimos dois não prestaram", avançou como apresentação, referindo a "Die Hard 4.0 - Viver ou Morrer" (2007) e "Die Hard: Nunca é Bom Dia para Morrer" (2013).

Além de gozar com o talento do antigo marido enquanto pai, a atriz também avançou com "alguma inveja" como explicação para o fim do casamento mediático, numa referência ao seu visual em "G.I. Jane" (1997): "Acho que o Bruce nunca ultrapassou verdadeiramente o facto de que eu ficava melhor careca do que ele".

"Após o nosso divórcio, ele disse que considerava o fim do nosso casamento como o seu maior falhanço, mas Bruce, não sejas tão duro contigo, tiveste falhanços muito maiores. O [restaurante temático] Planet Hollywood, [os filmes] ‘Hudson Hawk - O Falcão Ataca de Novo’,  ‘Zona de Impacto’, fazer campanha pelo [candidato presidencial] Michael Dukakis, recusar o papel do [George] Clooney em ‘Ocean’s Eleven’ para te dedicares a tocar harmónica”, foi outro momento do "roast".

Até uma piada arriscada à volta do produtor caído em desgraça Harvey Weinstein acabou por ser aplaudida.

"Estive presente em alguns momentos especiais. Revolucionários. O Bruce teve o seu grande momento de mudança na carreira com 'Pulp Fiction' e na época pareceu realmente estranho ver esta grande estrela de ação neste pequeno filme independente, mas o Bruce foi ao hotel do Harvey Weinstein e não sei como, mas saiu de lá e disse 'Consegui o papel'".

Outra observação muito aplaudida remeteu inesperadamente para um dos filmes mais populares de Bruce Willis: "Olho para o nosso casamento como 'O Sexto Sentido - estiveste morto o tempo todo".

Editado para 90 minutos, o programa vai ser transmitido pelo Comedy Central a 29 de julho.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.