"365 Dias" é o mais recente fenómeno na Netflix. O filme polaco estreou no dia 7 de junho no serviço de streaming e está há vários dias consecutivos no ranking dos conteúdos mais vistos na plataforma em Portugal. A obra inspirada no livro de Blanka Lipinska tem sido comparada pelos espectadores a "As Cinquenta Sombras de Grey".

Apesar de seguirem narrativas diferentes, "As Cinquenta Sombras de Grey" e "365 Dias" são dramas eróticos que exploram o lado mais picante de uma relação. Nas redes sociais, o filme polaco tem despertado curiosidade e as comparações multiplicam-se - a produção já estreou em alguns países e os espectadores sublinham que "é melhor" e "mais erótico" do que a história criada por E. L. James.

"Uma executiva fogosa numa relação sem chama é vítima de um dominador chefe da máfia que a aprisiona e lhe dá um ano para se apaixonar por ele", resume a Netflix na sinopse partilhada na plataforma.

Nas redes sociais, as reações ao filme multiplicam-se, com vários espectadores a defenderem que a produção é "mais erótica, mas pior" do que "As Cinquenta Sombras de Grey". "Está em primeiro lugar na Netflix, e eu contribuí para isso assistindo a todos os 114 minutos que compõem a obra. É dos piores filmes de sempre, e faz com que 'As Cinquenta Sombras de Grey' pareçam Ingmar Bergman", escreveu Nuno Markl na sua conta no Instagram.

Leia algumas das reações:

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.