A ideia não é a de fazer mais uma sequela mas sim reconceptualizar
Freddy Krueger para o século XXI. Assim, o
«Pesadelo em Elm Street» original, realizado por
Wes Craven em 1984, servirá apenas de base para um argumento que se pretende novo, até no intérprete do assassino dos sonhos com luvas apetrechadas de lâminas de metal. Depois de muita especulação sobre um eventual regresso de
Robert Englund ao papel, foi agora confirmado que será
Jackie Earle Haley a assumir a personagem.

O actor, cuja carreira no cinema e a televisão começou ainda em criança, teve um período de menor visibilidade durante a década de 90, até regressar em força à interpretação em 2006. De lá a cá, congregou todas as atenções com dois papéis marcantes, o do pedófilo de
«Pecados Íntimos», pelo qual recebeu uma nomeação ao Óscar de Melhor Actor Secundário, e o do psicótico Rorschach, em
«Watchmen – Os Guardiões».

O realizador da nova versão, produzida pela Platinum Dunes de
Michael Bay, será um veterano da área dos «videoclips»,
Samuel Bayer, em estreia na realização de longas-metragens. A rodagem deverá começar em Abril, em Chicago, e sabe-se que o novo argumento altera o estatuto de Krueger de assassino para violador de crianças.

Freddy Krueger surgiu em 1984 no filme
«Pesadelo em Elm Street», de Wes Craven, e tornou-se uma figura de culto no imaginário do cinema de terror, protagonizando ainda outras sete películas e uma série de televisão.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.