Melhor Filme, Realização, Argumento Original, Montagem, Fotografia e Som foram as categorias em que
«Estado de Guerra», de
Kathryn Bigelow, triunfou na cerimónia de entrega de prémios da British Academy of Film and Television Arts (BAFTA), batendo assim
«Avatar», de
James Cameron, que se ficou pelos galardões de Melhor Direcção Artística e Melhores Efeitos Visuais. Mesmo assim, quem considere que
«Estado de Guerra» volta a tomar a dianteira na possibilidade de sair vitorioso na noite dos Óscares, deve recordar que em 1997
«Titanic», também de Cameron, perdeu todos os BAFTA para que foi nomeado e conquistou logo a seguir onze estatuetas douradas.

Apesar de ter realizado um filme de guerra,
Kathryn Bigelow não quis deixar passar em claro o momento para promover a paz. No seu discurso, a cineasta afirmou que «todos sentimos uma verdadeira responsabilidade em honrar os homens e mulheres no campo de batalha e homenagear um argumento e um argumentista que arriscou a vida para capturar o caos e a tragédia da guerra. Quero dedicar este prémio à resolução de nunca se abandonar a tentativa de encontrar a paz».

No campeonato do cinema britânico, houve divisão de galardões, com
«Fish Tank», de
Andrea Arnold, a conquistar o troféu de Melhor Filme, e
«Moon - O Outro Lado da Lua» o de Melhor Estreia no Cinema. Os principais troféus de interpretação também foram parar às mãos de britânicos:
Carey Mulligan foi premiada Melhor Actriz por
«Uma Outra Educação» e
Colin Firth Melhor Actor por
«Um Homem Singular».

Sem surpresas foram os prémios para Melhor Actor Secundário (
Christoph Waltz por
«Sacanas sem Lei»), Melhor Actriz Secundária (
Mo'Nique por
«Precious») e Melhor Longa-Metragem de Animação (
«Up - Altamente!»), idênticos aos galardoados na maioria dos restantes prémios da temporada.

A lista completa de galardoados é a seguinte:

MELHOR FILME

«Estado de Guerra»

MELHOR FILME BRITÂNICO

«Fish Tank»

MELHOR ESTREIA DE UM REALIZADOR, PRODUTOR OU ARGUMENTISTA BRITÂNICO PELO SEU PRIMEIRO FILME

Duncan Jones por
«Moon - O Outro Lado da Lua»

MELHOR REALIZADOR

Kathryn Bigelow por
«Estado de Guerra»

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL

«Estado de Guerra», de
Mark Boal

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO

«Nas Nuvens», de
Jason Reitman e
Sheldon Turner

MELHOR FILME EM LÍNGUA NÃO-INGLESA

«Um Profeta», de
Jacques Audiard

MELHOR FILME ANIMADO

«Up - Altamente!»

MELHOR ACTOR

Colin Firth por
«Um Homem Singular»

MELHOR ACTRIZ

Carey Mulligan por
«Uma Outra Educação»

MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO

Christoph Waltz por
«Sacanas sem Lei»

MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA

Mo'Nique por
«Precious»

MELHOR BANDA SONORA

«Up - Altamente!», de Michael Giacchino

MELHOR FOTOGRAFIA

«Estado de Guerra», de Barry Ackroyd

MELHOR MONTAGEM

«Estado de Guerra», de Bob Murawski e Chris Innis

MELHOR DIRECÇÃO ARTÍSTICA

«Avatar», de Rick Carter, Robert Stromberg e Kim Sinclair

MELHOR SOM

«Estado de Guerra», de Ray Beckett e Paul N. J. Ottosson

MELHOR GUARDA-ROUPA

«A Jovem Vitória», de Sandy Powell

MELHOR CARACTERIZAÇÃO E PENTEADO

«A Jovem Vitória», de Jenny Shircore

MELHORES EFEITOS VISUAIS

«Avatar», de Joe Letteri, Stephen Rosenbaum, Richard Baneham e Andrew R. Jones

MELHORES CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO

«Mother of Many», de Sally Arthur e Emma Lazenby

MELHOR CURTA-METRAGEM DE IMAGEM REAL

«I do Air», de James Bolton e Martina Amati

ORANGE RISING STAR AWARD

Kristen Stewart

NOTÁVEL CONTRIBUIÇÃO AO CINEMA

Joe Dunton

DISTINÇÃO DE CARREIRA

Vanessa Redgrave

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.