A segunda edição da
8 ½ Festa do Cinema Italiano que hoje começa, pretende dar a conhecer o melhor da produção cinematográfica recente de Itália e uma nova geração de realizadores que têm conquistado o público e a crítica, não apenas em Itália, mas também em diversos festivais internacionais.

Ao longo de oito dias passarão pelo
Cinema King, em Lisboa e pelo
Cinema do Campo Alegre no Porto, vinte filmes entre longas e curtas metragens.

A abertura da Festa do Cinema Italiano acontece hoje, pelas 20h30, com uma festa de entrada livre no Intermezzo Bar, na Rua Garret.

Amanhã, 3 de Abril, chega a Lisboa,
Elio Germano. O actor italiano é convidado do festival e vem apresentar o filme de abertura
«O Passado é uma Terra Desconhecida» (na foto) de Daniele Vicari, do qual é protagonista e que é exibido às 21h30, no Cinema King.

Elio Germano é um dos mais conhecidos e requisitados jovens actores italianos, tem arrecadado diversos prémios e foi Shooting Star no Festival de Berlim, no ano passado. Germano apresentará também
«A Vida pela Frente» de Paolo Virzì, no sábado, dia 4 de Abril, às 21h30, no Cinema King.

Também no sábado dia 4 de Abril , 8 ½ Festa do Cinema Italiano chega ao Porto onde o Cinema do Campo Alegre exibe em antestreia
«Almoço de 15 de Agosto» de Gianni Di Gregorio, às 21h30.

No dia seguinte, dia 5 de Abril às 18h00, o Porto recebe as Curta-metragens italianas programadas pelo Maremetraggio Film Festival e às 21h30 é exibido
«O Passado é uma Terra Desconhecida» de Daniele Vicari.

No mesmo dia, mas em Lisboa, Gianfranco Cabiddu apresenta o seu
«Crimes: Desenho de sangue», às 18h00, no Cinema King. Mais tarde, às 21h30 será exibido
«Deixa estar, Johnny!» de Fabrizio Bentivoglio.

No dia 6 de Abril o destaque vai para o início do ciclo
Cinema da Sardenha, organizado pela
Cinemateca Portuguesa que assim renovou a parceria iniciada na primeira edição da Festa.

Assim, a Cinemateca organiza durante os meses de Abril e Maio um ciclo de cinema que dará a conhecer um conjunto de filmes de autores oriundos da Sardenha, admirados ou premiados nos festivais, aconselhados pela crítica, vistos com atenção pelo público italiano.
«Disamistade – Inimicizia» de Gianfranco Cabiddu é o filme que abre este ciclo, que será apresentado pelo realizador, no dia 6, às 19h00, na Cinemateca Portuguesa.

Ainda no dia 6, e a não perder, há um concerto com a cantora italiana
Patrizia Laquidara no Cabaret Maxime em Lisboa.

A 8 ½ Festa do Cinema Italiano continua até dia 9 de Abril, com muitos mais filmes para ver, encontros com os realizadores e debates com o público.

Veja também os trailers dos filmes em exibição.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.