Estávamos em 2001 quando
«Harry Potter e a Pedra Filosofal» chegou aos cinemas, dando vida no grande ecrã ao best-seller da agora bilionária
J.K. Rowling. O actor
Daniel Radcliffe, que viria a tornar-se quase indissociável da personagem, tinha onze anos.

O sucesso estrondoso do filme nas bilheteiras permitiu que a saga continuasse até ao derradeiro filme, o oitavo, já que o sétimo e último livro da escritora sobre o aprendiz de feiticeiro foi dividido em duas partes no cinema.


«Harry Potter e os Talismãs da Morte Parte 2»
encerra esta semana nos cinemas dez anos de saga, depois de, em 2010, ter sido apresentada a
primeira parte do capítulo final.

Para trás ficam também
«Harry Potter e a Câmara dos Segredos» (2002),
«Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban» (2004),
«Harry Potter e o Cálice de Fogo» (2005),
«Harry Potter e a Ordem da Fénix» (2006) e
«Harry Potter e o Príncipe Misterioso» (2009).

No clip divulgado agora pela Warner, o estúdio que produziu os filmes, recordam-se alguns momentos das oito fitas que demonstram bem a evolução física dos actores.

Veja também o primeiro casting de Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.