O estúdio Focus Features vai produzir um documentário sobre Pete Souza, o fotógrafo oficial de Barack Obama na Casa Branca, cujos avós são naturais da ilha de São Miguel.

Ainda sem título oficial, irá retratar o percurso de Pete Souza como alguém que teve habilitação de segurança (para conhecer informação confidencial) e acesso total a Obama e agora usa a sua arte para ajudar a refletir sobre o atual momento dos EUA.

O projeto conta com o envolvimento de Evan Hayes, vencedor do mais recente Óscar de Melhor Documentário "Free Solo", e ainda a produtora da atriz Laura Dern "("Parque Jurássico", "Big Little Lies"), entre outros.

Na realização estará Dawn Porter, uma cineasta premiada por vários documentários de forte pendor social, todos inéditos no nosso pais, como "Gideon's Army" (2013) e "Trapped" (2016).

Pete Souza começou a sua experiência profissional num jornal universitário no estado de Kansas, onde se formou em fotojornalismo, nasceu em South Dartmouth (Massachussets) e cresceu  em New Bedford.

Trabalhou como fotojornalista "freelance" e tem trabalhos divulgados pelas principais publicações norte-americanas, bem como vários prémios de fotojornalismo.

Na década de 1980, esteve ligado à Casa Branca quando colaborou com Ronald Reagan, que não conhecia, tendo recebido um convite do seu fotógrafo oficial, a meio do primeiro mandato.

O ponto alto da sua carreira foram os oito anos como chefe da fotografia da Casa Branca com Barack Obama (2009-2017), que conheceu quando era profissional do jornal 'Chicago Tribune', baseado em Washington, e o político tinha sido eleito para o Senado, em 2004.

No desempenho da sua função na Csa Branca, teve um acesso pessoal sem precedentes ao presidente dos EUA e ao seu dia a dia, registando tanto momentos históricos como mais intimistas.

O resultado foram 1,9 milhões de imagens, que já inspiraram os livros "Obama: An Intimate Portrait" [Obama: Um Retrato Íntimo] e o recente "Shade: A tale of two presidents", que compara os primeiros 500 dias de Obama com o atual Presidente norte-americano, Donald Trump.

"Shade" é a passagem ao papel do mesmo exercício que Pete Souza vem fazendo na sua página na rede social 'Instagram', onde tem mais de 2,1 milhões de seguidores.

Trata-se de uma uma espécie de "sombra crítica" da administração Trump, com a publicação de fotografias de Obama em situações semelhantes às protagonizadas pelo atual inquilino da Casa Branca, num registo bem humorado e em que o antigo Presidente "sai sempre melhor na fotografia".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.