Chegou oficialmente ao fim a jornada histórica de "Vingadores: Endgame" nas salas de cinema.

Ao fim de quase cinco meses e quando já está disponível no formato digital desde 30 de julho, a Disney retirou discretamente o filme das salas de cinema do último país onde estava em exibição, os EUA.

A 20 de julho, "Endgame" tornou-se o filme mais rentável nas bilheteiras a nível mundial, batendo os 2,787 mil milhões de dólares de "Avatar", de James Cameron, um recorde com quase dez anos.

Com a saída dos cinemas na quinta-feira, 12 de setembro, o recorde da produção da Marvel à espera de ser batido fica nos 2,796 mil milhões.

Nos EUA, as receitas ficaram nos 858,37 milhões, não chegando a derrubar a liderença de "Star Wars: O Despertar da Força" (2015), com 936,66.

Em Portugal, a saída dos cinemas aconteceu a 7 de agosto após ser visto por 667.842 espectadores. É o segundo filme mais popular de 2019,  atrás de "O Rei Leão", com  1.260.062 até 15 de setembro.

A liderança mundial de "Endgame" não tem em conta títulos cujas receitas precisariam de ser ajustadas à inflação para que pudessem ser usadas num ranking atual.

Desse ponto de vista, "E Tudo o Vento Levou", com as várias repsoições que teve nas salas, continua a ser o mais rentável de todos os tempos: as receitas globais do mítico filme de 1939 correspondem a 3,728 mil milhões em 2019.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.