Olhando para a carreira de Keira Knightley, é difícil de acreditar que reparámos nelas pela primeira vez equipada como futebolista na comédia "Joga Como Beckham".

Isto foi em 2002 e no ano seguinte a sua popularidade explodiu com "Piratas das Caraíbas", onde o seu guarda-roupa era constituído por longos vestidos com corpetes apertados.

Desde essa altura que ver uma das suas personagens à frente da televisão ou no bar parece uma anomalia. De certa forma, a atriz tornou-se uma "especialista nos chamados filmes de época: "Rei Artur", "Orgulho e Preconceito", "Expiação", "A Duquesa", "Anna Karenina", "O Jogo da Imitação"... a lista parece infindável.

Afinal, não é por acidente: "Realmente não faço filmes que se passam na atualidade porque as personagens femininas quase sempre são violadas. Encontro sempre algo desagradável na forma como as mulheres são retratadas, enquanto que encontro sempre personagens muito inspiradores para mim nos projetos históricos", revelou à Variety.

Keira Knightley reconhece que se sentiu culpada durante muitos anos e tentou contrariar essa tendência.

"E depois percebi que esses eram os filmes que sempre gostei de ver. Acho que algumas pessoas encontram escapismo através da ficção científica ou fantasia, e suponho que a minha fuga para outro mundo foi sempre através dos dramas de época", revela.

Apesar da sua posição, a atriz de 32 anos notou mudanças: "Tem havido algumas melhorias. Subitamente são-me enviados argumentos com mulheres modernas que não são violadas nas primeiras cinco páginas e simplesmente não são a namorada adorável ou a esposa."

Na longa entrevista, Keira Knightleytambém falou também das suas experiências com Harvey Weinstein, o produtor caído em desgraça acusado de assédio sexual por várias mulheres: "A minha experiência com Harvey Weinstein foi sempre muito profissional. Ele foi muito bom nos filmes que fizemos. Conheci a sua reputação de ser tirano. Ele era famoso por telefonar às pessoas a meio da noite e gritar-lhes. Comigo não fez isso e certamente que nunca me pediu massagens ou algo do género."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.