Não fosse uma certa pandemia e "Velocidade Furiosa 9" teria chegado aos cinemas em maio em vez de ser adiado para 2 de abril do ano que vem.

Em novembro, antes de todas as alterações provocadas pela COVID-19, o realizador Justin Lin tinha dito que "este é, de longe, o filme mais ambicioso da saga".

Agora, as pistas sobre o que escondem essas palavras podem estar numa entrevista virtual a um programa da SiriusXM que deu Ludacris, que interpreta o mecânico Tej Parker desde o segundo filme ("Velocidade + Furiosa").

O ator confirmou que o filme estava 100% pronto e agora os editores ficam com tempo para "aperfeiçoar ainda mais".

A entrevistadora começou a "pensar em voz alta" como é que a saga poderia manter esse andamento criativo para surpreender os fãs após a "família" de Vin Diesel ter andado numa "corrida" com submarinos nucleares no oitavo filme.

"Tipo espaço tem de estar envolvido, submarino, nem sei. Na minha cabeça, nem consigo imaginar o que acontece no próximo filme", comentou.

Ludacris aproveitou a deixa para dizer que ela "acabou de dizer algo muito importante. Acho que é muito intuitiva, porque disse algo acertado, mas não vou dizer o que é".

A sua interlocutora lembrou-se logo de "espaço" e nessa altura o ator fez umas caretas como se estivesse a indicar que já tinha falado demais.

O momento está disponível no YouTube.

Sobre a história "oficial", sabe-se que regressam à saga Sung Kang como o "falecido" Han e Charlize Theron como a vilã, com um aliado de peso: John Cena como Jakob Toretto, irmão de Dom e Mia.

VEJA O TRAILER LEGENDADO.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.