Verdade ou encenação? Talvez essa distinção se aplique pouco no mundo do «wrestling». Na mais recente edição de um dos principais eventos que lhe são dedicados, o WrestleMania,
Mickey Rourke surpreendeu a audiência ao subir ao ringue e deitar abaixo o seu oponente, o campeão
Chris Jericho, com quem travara uma luta de palavras nos meses anteriores.

Embora o actor tivesse assumido que não iria lutar por impedimentos contratuais - as seguradoras da sequela de
«Homem de Ferro», em que o intérprete participa, não cobririam a sua prestação se tal sucedesse -, Rourke não resistiu a subir ao palco e, em luta contra Jericho, deitá-lo ao chão com um murro bem aplicado. Se a cena foi espontânea ou ensaida, caberá a cada espectador decidir.

Durante a promoção de
«O Wrestler», filme que valeu a Mickey Rourke a nomeação para o troféu de Melhor Actor em praticamente todos os galardões ligados à interpretação cinematográfica, o artista anunciou que iria competir no WrestleMania, focando-se especialmente em Chris Jericho. Quando Rourke foi ao programa de entrevistas de
Larry King, os dois entraram em confronto directo, embora o intérprete se revelasse aí bem mais contido, mesmo quando desafiado por Jericho para uma luta, na modalidade que escolhesse.

Segundo o actor de
«O Ano do Dragão» confidenciou depois, a contratação para interpretar o vilão na sequela de
«Homem de Ferro» levou a que as seguradoras do filme o obrigassem a afastar-se de qualquer tipo de actividade que pusesse em risco a sua integridade física. E embora tivesse ido ao espectáculo, Rourke afirmou aos repórteres durante o evento que não iria combater, sublinhando que «os meus agentes disseram que seria lesivo para mim se deslocasse da interpretação o foco da minha carreira, após o meu regresso à ribalta com
«O Wrestler». Além disso, estou agora a fazer o «Iron Man 2» e a companhia de seguros afirmou que eu não podia subir ao ringue sob qualquer pretexto».

Apesar dessas palavras, nada disso sucedeu. Chris Jericho apostou em mostrar desrespeito pelos lutadores em fim de carreira e defrontou - e venceu - três lendas do «wrestling», já na reforma: Roddy Piper, Rocky Steamboat e Jimmy Snuka. Vencido o trio de veteranos, Jericho virou-se para Rourke e este, aparentemente, não resistiu e subiu ao ringue. Numa luta de mãos limpas, com movimentos essencialmente de boxe, área em que Rourke se profissionalizou, o actor deitou Jericho ao tapete em menos de um minuto e com apenas um murro bem aplicado.

Claro que a veracidade desta luta, e dos restantes combates de «wrestling», é algo a que se colocam muitos pontos de interrogação, embora, como o próprio filme
«O Wrestler» retrata, isso pouco retire à impressionante capacidade física e atlética que demonstram os lutadores no ringue.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.