A Netflix anunciou esta segunda-feira que irá gerir um dos cinemas mais antigos e emblemáticos de Nova Iorque, o Paris Theatre, e exibirá seus filmes lá, um novo palco para a gigante do streaming que enfrenta os grandes cinemas.

A dois passos do Central Park e do famoso Hotel Plaza, a histórica sala, uma autêntica instituição na cidade, fechara as suas portas no final de agosto, após 71 anos de existência, devido ao aumento do aluguer.

O último cinema de uma só sala de Nova Iorque reabrira no início de novembro para a exibição do filme "Marriage Story", do realizador americano Noah Baumbach, produzido pela Netflix.

"Este cinema emblemático permanecerá aberto e irá tornar-se a casa da Netflix para os seus eventos excecionais, as suas projeções e estreias nas salas [de cinema]", afirmou o grupo esta segunda-feira numa série de mensagens nas redes sociais.

Os termos do contrato que permite que a Netflix se estabeleça no Paris Theatre não foram divulgados, mas de acordo com o site especializado Deadline, trata-se de um aluguer de longo prazo.

O Paris Theatre foi inaugurado pela atriz alemã-americana Marlene Dietrich em 1948. Foi administrado pela casa francesa Pathé, forçada pelos proprietários do prédio a ceder o lugar ao grupo americano Loews em 1990.

O cinema construiu a sua reputação com uma programação de filmes muitas vezes ignorada pelas grandes salas, especialmente franceses. Era ainda o palco de excelência para as grandes antestreias com as grandes estrelas de Hollywood.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.