O aperitivo de um trailer já tinha sido apresentado a meio da semana, mas no domingo foi mostrada toda a reunião virtual com o elenco principal dos filmes "O Senhor dos Anéis".

A operação foi organizada pelo ator Josh Gad (a voz de Olaf nos filmes "Frozen") e faz parte da "Reunite Apart" [Reunidos à distância], que se destina a apoiar instituições de caridade durante a COVID-19 e já juntou os principais responsáveis por "Os Goonies", "Regresso ao Futuro" e "Splash - A Sereia".

Durante 50 minutos, foi evidente que se mantém a cumplicidade que nasceu em 1999: recordaram-se histórias da invulgar e monumental rodagem de três filmes na Nova Zelândia (por exemplo, explicou-se a origem do famoso "meme" com Sean Bean do discurso "One does not simply"), mostraram-se as tatuagens que imortalizaram a experiência e recriaram-se cenas dos filmes.

Foram ainda recordados Andrew Jack, ator e "dialect coach" vítima da COVID-19 em abril, e Christopher Lee (Saruman), falecido em 2015.

A reunião começou com grande parte da "irmandade do anel", os hobbits Elijah Wood (Frodo), Sean Astin (Sam), Billy Boyd (Pippin), Dominic Monaghan (Merry), além de Orlando Bloom (Legolas) e Ian McKellen (Gandalf).

A seguir juntaram-se o realizador Peter Jackson e a argumentista Philippa Boyens, e por etapas os atores Viggo Mortensen (Aragorn), Andy Serkis (Gollum/Sméagol), Sean Bean (Boromir), John Rhys-Davies (Gimli), Karl Urban (Éomer), Miranda Otto (Éowyn) e Liv Tyler (Arwen), bem como o compositor Howard Shore e um convidado especial, o cineasta Taika Waititi ("Thor: Ragnarok", "Jojo Rabbit").

Houve ainda direito a uma mensagem especial de Ian Holm (o hobbit Bilbo Baggins) e, após os créditos, uma aparição de Bernard Hill (Théoden, rei de Rohan, também recordado como o comandante de "Titanic").

VEJA A REUNIÃO.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.