Desde 1949 que o
Writers Guild of America, o Sindicato dos Argumentista dos EUA, atribui anualmente prémios para o melhor que foi feito no cinema, na televisão e na rádio. Este ano, no campo da Sétima Arte, os grandes vencedores foram
«Os Descendentes», escrito por
Alexander Payne, Nat Faxon e Jim Rash, premiado como Melhor Argumento Adaptado, e
«Meia-Noite em Paris», de
Woody Allen, laureado como Melhor Argumento Original.

O primeiro filme bateu
«A Invenção de Hugo»,
«Moneyball - Jogada de Risco» e
«Millennium 1 - Os Homens que Odeiam as Mulheres» e o segundo venceu fitas como
«A Melhor Despedida de Solteira» e
«50/50».

No campo do documentário, o vencedor foi
«Better This World», por Katie Galloway e Kelly Duane de la Vega, sobre a radicalização de dois amigos de infância, que os leva a serem presos por atentados bombistas.

Nas categorias de televisão,
«Uma Família Muito Moderna» triunfou como Melhor Comédia e
«Breaking Bad» foi considerado Melhor Série Dramática.
«Homeland» bateu
«A Guerra dos Tronos» como Melhor Nova Série.

«Os Simpsons», que exibiu no último domingo o seu 500º episódio, teve quatro nomeações na categoria de Melhor Série de Animação (que tinha um total de seis), vencendo pelo episódio
«Homer the Father».

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.