Por muito que se diga que já não é tão bom como era, a série "Os Simpsons" continua sem fim à vista na televisão: arrancou em 1989 e vai na 30ª temporada, com mais duas já garantidas pelo canal Fox.

No cinema, a história é outra: "Os Simpsons: O Filme" foi o oitavo filme mais rentável nas bilheteiras de 2007, mas o estúdio nunca repetiu a experiência, o que é uma anomalia nesta era de sequelas.

Durante a Comic-Con, a maior convenção da cultura popular do mundo, que terminou este domingo, o criador Matt Groening explicou qual é o problema: o esforço para fazer o filme deu cabo da equipa porque faltou mão-de-obra fresca.

"O primeiro filme 'Simpsons' quase nos matou. Não tínhamos uma equipa B à espera para fazer 'Os Simpsons: O Filme', portanto as mesmas pessoas que escreveram, animaram, deram voz e criaram a música para a série também fizeram o filme. Isto foi em 2007. Estamos quase recuperados. Quase", recordou.

Após a Disney comprar a 20th Century Fox por 71,3 mil milhões de dólares, Matt Groening não tem dúvidas que os novos donos não vão deixar passar mais 12 anos.

"Sem dúvida que haverá outro filme 'Os Simpsons' um destes dias. Acho que a Disney quer algo em troca pelo seu dinheiro", rematou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.