Realizado pelo norte-americano Paxton Winters e produzido pelo conterrâneo Darren Aronofsky, o filme foi o grande vencedor da noite, ao conquistar também outros dois prémios: o de Melhor Ator, para o protagonista Bukassa Kabengele, e o de Melhor Fotografia, para Laura Merians.

Favorito do júri, presidido pelo cineasta irlandês Neil Jordan, o filme mostra a disputa pelo poder dentro de um grupo criminoso numa favela carioca, mas o conflito é um pretexto para humanizar aquela comunidade, ao ressaltar as relações entre os seus moradores.

O filme foi rodado no Morro dos Prazeres, onde mora Paxton Winters, em condições complicadas devido aos tiroteios e operações policiais. Ao receber o troféu, o realizador agradeceu aos moradores da favela, que lhe ensinaram "o que é uma verdadeira comunidade, e que fizeram o filme para nós".

"Decidi ser uma voz, a voz de tantos que não têm oportunidades", disse o protagonista Bukassa Kabengele numa mensagem lida na cerimónia de encerramento pela sua colega de elenco Débora Nascimento.

Kabengele, nascido na Bélgica e naturalizado brasileiro, interpreta Jaca, que, após passar 14 anos na prisão regressa a uma favela pacificada durante os Jogos Olímpicos de 2016. No seu regresso à liberdade, terá que retomar a relação com a filha, Tati, de 13 anos.

"Pacificado" competia na Seção Oficial contra 15 produções de diversos países, entre eles Espanha, México e Alemanha.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.