Até agora, apesar de já haver cerca de duas dezenas de versões cinematográficas de
«Alice no País das Maravilhas», que
Lewis Carroll escreveu em 1865, o único filme baseado na história que imediatamente surgia à memória colectiva era aquele que os estúdios Disney realizaram em 1951, e que por cá, na época, teve o título
«Alice no País das Fadas», embora todos lhe atribuam o título do livro.

Esse estado de coisas poderá mudar caso o filme que
Tim Burton está a preparar para estreia em Março de 2010 seja tão espectacular como as primeiras imagens prometem. A película, também produzida pela Disney, é uma espécie de sequela à história que todos conhecemos, com Alice, agora com 17 anos, a regressar ao País das Maravilhas sem memória de lá ter estado 10 anos antes.

Alice foge de uma festa onde um pretendente estava prestes a pedir-lhe em casamento e, após seguir o Coelho Branco e voltar a cair no buraco que a leva ao País das Maravilhas, reencontra toda uma série de figuras de que não se recorda. O local está agora em tumulto, desde que a Rainha branca usurpou o trono à Rainha de Copas, e os habitantes estão à beira da revolta a só esperavam a chegada de Alice para os liderar.

O elenco de actores é de luxo: além da quase desconhecida
Mia Wasikowska como Alice, participam também
Johnny Depp como Chapeleiro Louco,
Helena Bonham Carter como Rainha de Copas,
Anne Hathaway como Rainha Branca,
Michael Sheen como Coelho Branco e
Alan Rickman como a Lagarta.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.