"Rocky", de 1976, ganhou o Óscar de Melhor Filme e lançou Sylvester Stallone.

Seguiram-se muitos filmes, incluindo os da saga "Rambo", mas é Rocky Balboa que ocupa um lugar muito especial no coração e atravessa toda a sua carreira: fez "Rocky II" (1979), "Rocky III" (1982), "Rocky IV" (1985), "Rocky V" (1990), "Rocky Balboa" (2006), "Creed: O Legado de Rocky" (2015) e "Creed II" (2018).

Stallone foi nomeado para os Óscares pelo primeiro filme e "Creed: O Legado de Rocky".

Em isolamento por causa da COVID-19, a estrela de 73 anos desafiou os fãs a fazer perguntas e entre as "milhares" que recebeu, a primeira a que respondeu é clássica: qual é o seu melhor filme?

"Tenho que dizer que o meu melhor filme, provavelmente, é 'Rocky'", revelou.

Mas logo a seguir indicou qual é o seu preferido.

"O que me orgulha mais é o 'Rocky Balboa'. Porque ninguém o queria fazer. Andei cerca de seis anos a tentar fazer esse filme e quando finalmente saiu, fiquei tão orgulhoso dele, por causa do que tivemos de passar para o tornar realidade", esclareceu.

Existe uma história que ajuda a explicar a admiração: Stallone ficou muito desiludido com o quinto filme que, quando conseguiu fazer a sequela, não quis que se chamasse "Rocky VI" e sim "Rocky Balboa", como se fosse uma continuação direta do primeiro.

Neste filme, a história começa quando o campeão de pesos-pesados Mason Dixon sai "derrotado" num combate virtual, altamente publicitado, contra o ex-campeão Rocky Balboa, e o desafia para um combate a série de 10 assaltos, transmitido a nível nacional.

Para surpresa do todos, Rocky aceita sair da sua reforma e enfrentar um adversário mais rápido, mais forte e 30 anos mais novo.

DO PIOR PARA O MELHOR, VEJA AINDA TODA A SAGA "ROCKY".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.