Até agora mais conhecido pela comédia improvisada dos seus filmes de culto "O Que Fazemos nas Sombras" (2014)  e "Hunt for the Wilderpeople" (2016), Taika Waititi está prestes a tornar-se uma estrela, pelo menos atrás das câmaras, graças às excelentes críticas que está a receber o seu filme "Thor: Ragnarok", a sua estreia no mundo dos "blockbusters' e da Marvel.

Perante isto, muitos fãs têm perguntado que o realizador neo-zelandês de 42 anos poderia dar o salto para outra grande saga dentro da Disney e dirigir um dos 'spin off' de "Star Wars".

"Essa saga em particular parece ser bastante difícil. Não há muito espaço para alguém como eu", explicou Taika Waititi ao New York Times, colocando-se fora da corrida.

"Através do seu cânone restrito, o tom de 'Star Wars' foi sempre decididamente sério, enquanto que os filmes da Marvel, tal como as décadas de 'comics' de onde surgiram, variam bastante do drama profundo às comédias mais baixas", continuou.

"E a improvisação tem sido um instrumento em cada filme da Marvel desde que Robert Downey Jr. fez a sua coisa através do Homem de Ferro", concluiu.

Não é a primeira vez que o realizador falou do mundo de "Star Wars" e da hipótese de fazer um filme: após a saída de Colin Trevorrow em setembro do Episódio IX, garantiu a um fã que seria despedido numa semana.

Entretanto, quem não parece querer largar Taika Waititi é o presidente da Marvel Kevin Feige: "Adoraria muito voltar a trabalhar com o Taika e tenho toda a confiança que o faremos".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.