O primeiro "Twilight" ("Crepúsculo" em Portugal), prepara-se para celebrar dez anos (21 de novembro) e para Robert Pattinson parece "que não passou um dia" desde que fez os filmes que o tornaram estrela de cinema.

Em conversa com a revista Variety, no Festival de Toronto, onde apresentou o filme "High Life", o ator falou com humor sobre esses tempos e o seu envolvimento, dizendo que parou de "evoluir mentalmente quando comecei a fazer esses filmes".

Mais a sério, Pattinson deu a volta à expressão "guilty pleasure" com que algumas pessoas se referem ao primeiro filme ou seja, algo que vêem com prazer apesar de saberem que não é muito bom.

"Quando alguém diz que é o seu 'guilty pleasure', dizem 'guilty' [culpado] mas o que querem dizer é apenas 'pleasure' [prazer]", explicou bem-disposto.

Em relação a uma possível reunião "Twilight", o ator, agora com 32 anos, manteve o tom: "Com a quantidade de tempo que passo a hidratar-me, estou pronto para fazer de 17 assim que me disserem. Pronto!"

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.