Primeiro foi
Ali G, depois
Borat, agora é a vez de
Brüno. Todos os três foram criados para a televisão pelo humorista
Sacha Baron Cohen e posteriormente passados ao cinema. O último é um estilista «gay» criado há cerca de 10 anos e prepara-se para chocar meio mundo no grande ecrã já a partir de Julho.

O primeiro «trailer» de «Brüno» acaba de chegar à internet e, claro, aposta forte na componente de choque tão típica do seu autor, com piadas sexuais e raciais em abundância.

O estilo de falso documentário mantém-se, com Cohen a imiscuir a personagem de Brüno nas mais diversas e embaraçosas situações, sem que alguém perceba que tudo aquilo é um actor a encarnar uma personagem.

O filme, que vai ter um
teledisco recheado de estrelas, de paródia aos que nos anos 80 se faziam para combater a fome em Áfica, promete momentos tão delirantes como Brüno a espalhar o caos num desfile de
Ágatha Ruiz de la Prada ou a entrevistar um ex-agente da Mossad e um palestiniano e chocá-los com a sua suposta crença de que o conflito que os divide é entre judeus e hindus.

«Brüno» tem estreia internacional marcada para 10 de Julho.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.