Há um novo projeto a aquecer Hollywood e não dá para evitar pensar já em Óscares...

A Variety avançou em exclusivo que uma nova versão de "Little Women", um clássico da literatura de Louisa May Alcott, que se chamou "Mulherzinhas" em Portugal, vai ser o próximo projeto de Greta Gerwig, a realizadora e argumentista que esteve na corrida aos Óscares em março com "Lady Bird".

Mais Óscares no elenco: estão em negociações Meryl Streep (21 nomeações e três estatuetas), Emma Stone (a vencedora por "La La Land"), Saoirse Ronan (três nomeações) e Timothée Chalamet (nomeado por "Chama-me Pelo Teu Nome", o terceiro mais novo a estar na corrida ao prémio de Melhor Ator em 91 anos).

Para Gerwig, Ronan e Chalamet será um reencontro, pois coincidiram precisamente para "Lady Bird".

A Variety avança que o projeto está rapidamente a avançar: várias atrizes vão fazer testes com Emma Stone para o papel de Beth antes do feriado do 4 de julho.

O livro conta a história das quatro irmãs March, muito diferentes entre si mas extremamente unidas, que crescem entre 1861 e 1865, em plena Guerra Civil nos EUA.

Em agosto de 2016, surgiu a notícia de que Gerwig foi chamada para reescrever um argumento já existente, mas o estúdio Dony aproveitou o sucesso do seu filme para acelerar a pré-produção para a convencer a escolher este como o seu próximo filme. E resultou.

“Mulherzinhas” já teve seis adaptações ao cinema, duas delas no período do cinema mudo, tendo três delas sido bastante populares: a de 1933 realizada por George Cukor com  Katharine Hepburn e Joan Bennett, a de 1949 assinada por Mervyn LeRoy com Elizabeth Taylor e June Allyson, e a mais recente de todas, a de 1994, dirigida por Gillian Armstrong e com Winona Ryder, Susan Sarandon, Claire Danes e Kirsten Dunst, geralmente também considerada a melhor.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.