Temerário ou sortudo, as reações dividem-se nas redes sociais em relação a um pedido que Tom Hiddleston fez a Chris Hemsworth em nome do "realismo".

O ator esteve no programa de Stephen Colbert e manteve-se literalmente mudo quando o apresentador lhe tentou extrair novidades da série sobre Loki que vai fazer para o serviço de streaming da Disney, com previsão de estreia para 2021.

Em vez disso, acabou por fazer uma revelação inédita sobre o Universo Cinematográfico Marvel: ao falar das diferenças entre cenas de luta no teatro e no cinema, contou que Chris Hemsworth lhe bateu a sério durante a rodagem de "Os Vingadores" em 2012.

Para o grande ecrã, explicou, é tudo uma questão de ângulos e de tentar fazer as várias partes da coreografia, mas só se tem de se fazer uma vez.

Foi esse o problema que surgiu numa cena: o Thor tinha de acertar na cara do Loki, mas o capacete com chifres que pesavam uns 13 quilos dificultava os movimentos.

Como Hiddleston não estava a conseguir tornar o soco realista, pensou numa solução.

"Portanto, disse ao Chris 'acho que me devias bater na cara'. Foi uma péssima ideia e caí como uma pedra", revelou.

E concluiu sobre as diferenças entre cinema e teatro: "no palco, quando se está a fazer uma luta, tem de se fazer todas as noites, durante 100 sessões. Acho que não conseguiria aguentar se fosse atingido na cara pelo Chris dia após dia, não seria sustentável."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.