Alicia Vikander admitiu que "não existem mulheres suficientes" no novo "Tomb Raider".

A sueca, vencedora de um Óscar, é a sucessora de Angelina Jolie nesta nova versão que pretende relançar a saga baseada nos jogos de computador e tem fama precisamente por ser liderada uma forte protagonista feminina.

Ela é Lara Croft, que agora é uma estafeta de bicicleta que, aos 21 anos, decide resolver o enigma da misteriosa morte do pai, o que a coloca na rota de um túmulo lendário numa ilha mítica que poderá ficar algures ao largo da costa do Japão.

No programa The One Show, a entrevistadora Alex Jones disse à atriz que estava "ligeiramente desiludida por ela ser esta brilhante protagonista e depois, todos os outros, tirando dois papéis menores, eram outra vez homens".

"Tive a oportunidade de trabalhar com Kristin Scott Thomas e ela é uma atriz extraordinária, mas eu também concordo", respondeu Alicia Vikander.

"Estava na ilha e a pensar 'não há mulheres suficientes. Andava a correr à procura delas", acrescentou.

"Tom Raider" estreia a 15 de março.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.