Um novo estúdio em Hollywood decidiu ser o primeiro a "testar as águas" da reabertura dos cinemas nos EUA após a COVID-19 e antecipou a estreia do novo filme com Russell Crowe de 4 de setembro para 1 de julho. A acompanhar a alteração surgiu o primeiro trailer.

A Solstice Studios irá aproveitar a oportunidade de "Unhinged" ser o primeiro e provavelmente o único filme novo no mercado numa altura do ano que normalmente está reservada para os "blockbusters", antecipando-se às estreias de "Tenet", de Christopher Nolan, a 17 de julho, e "Mulan" uma semana mais tarde.

Segundo a imprensa especializada americana, a alteração da data estende-se a noutros países do mundo para coincidir com a reabertura dos cinemas e a lista inclui Portugal.

Em declarações ao Deadline, o CEO Mark Gill indicou que opção teve tanto de estratégica como de necessidade após "Um Lugar Silencioso 2" ter adiado para 4 de setembro e o estúdio constatar que o calendário de estreias estava saturado até abril de 2021.

Como os cinemas terão de seguir regras apertadas de segurança, nomeadamente na ocupação, Mark Gill estimou que "Unhinged" precise de oito mil salas nos EUA para chegar à saturação de público em vez das duas mil que estariam previstas antes da pandemia. Como o único filme disponível, não espera ter dificuldades em obter as oito mil: estão 40 mil disponíveis.

Descrito como um "thriller" psicológico, no centro da história de "Unhinged" está uma mãe que, no seu trajeto de carro para casa, buzina, na hora errada, para um motorista errado.

Inicia-se uma fúria na estrada e o ódio do que o motorista está prestes a fazer com ela e com todos com quem ela se relaciona, no que, a avaliar pelas imagens do trailer, é um regresso com gosto de Russell Crowe aos papéis de vilão.

VEJA O TRAILER.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.