Não é a primeira vez que promete, mas talvez seja desta: Sylvester Stallone garante que Rocky Balboa vai "pendurar as luvas" com "Creed III".

Aquela que é a personagem mais icónica do ator regressou em "Creed - O Legado de Rocky" como mentor e treinador de Adonis Creed (Michael B. Jordan), filho do rival e amigo Apollo Creed nos quatro primeiros filmes (1977-1985).

A sequela chega em novembro, mas parece que os estúdios nem precisam esperar pelos resultados de bilheteira.

"Estão prontos para avançar com 'Creed III'. Espero poder jogar a toalha depois disso", disse em entrevista exclusiva ao RadarOnline (não acessível na Europa).

O ator deixou também escapar a sua desilusão com a forma como agora se fazem filmes, muito diferente de quando "Rocky" (1976) ganhou os principais Óscares.

"É um mundo muito diferente de quando comecei. Não há mais inspiração. É tudo muito, muito matemático, formatado. Nem sequer fariam agora o 'Rocky', se o fizessem seria uma pequena produção independente, na melhor das hipóteses", explicou.

Apesar de estar pronto para deixar o "legado de Rocky" para trás, Stallone diz estar muito orgulhoso da saga.

"Fizeram-se mais de 300 filmes de boxee nenhum deles teve mais sucesso. Eu disse para não fazermos um filme de boxe, é uma história de amor e acontece que ele é um grande pugilista, a história é essa e resultou".

"Creed II" estreia a 20 de novembro.