James Cameron não demorou muito tempo a dar os parabéns à Marvel após "Avatar" ter perdido o título de filme que rendeu mais dinheiro nas salas de cinema para "Vingadores: Endgame".

O realizador partilhou uma imagem que junta os dois universos cinematográficos, mais concretamente o Homem de Ferro (com que os Estúdios Marvel começaram no cinema em 2008) rodeado pelas sementes sagradas da Árvore das Almas do planeta Pandora e a frase "Oel natie kameie, I see you Marvel. Congratulations to ‘Avengers: Endgame’ on becoming the new box-office king" [Eu vejo-a Marvel. Parabéns a 'Vingadores: Endgame' por se tornar o novo rei das bilheteiras].

A liderança de "Avatar" vinha de 2010 e chegava aos 2,787 mil milhões de dólares a nível mundial. Na sexta-feira, a receita global de "Endgame" ainda estava 500 mil dólares atrás de "Avatar", um valor que foi ultrapassado durante o sábado antes de chegar, já este domingo, aos 2,8 mil milhões.

Os irmãos Anthony e Joe Russo, realizadores de "Vingadores: Endgame", já responderam com uma montagem da sua reação aos filmes "Exterminador Implacável 2" (1991), "Aliens" (1986), "Titanic" (1997) e precisamente "Avatar", acompanhada de uma mensagem.

"Para James Cameron: você é uma monumental razão que nos fez apaixonar pelo cinema em primeiro lugar. Obrigado por nos inspirar e abrir os olhos do mundo para o que é possível. Mal podemos esperar para ver onde nos irá levar a seguir", escreveram.

A mensagem reforça o que os realizadores tinham afirmado na sexta-feira, quando se falava na possibilidade de bater o recorde.

"James Cameron sempre foi um ídolo para nós, alimentou a nossa paixão desde o começo, e estar tão perto de um dos seus grandes filmes é muito especial", tinha dito Anthony Russo na maior convenção sobre cultura pop do mundo, a Comic-Con.

A disputa pode não ficar por aqui: a sequela de "Avatar" chegará aos cinemas a 17 de dezembro de 2021 , 12 anos mais tarde, e James Cameron pode insistir num relançamento para cerrar fileiras entre os fãs.

Vale a pena recordar que "Vingadores: Endgame", encerrando um ciclo de 22 filmes do universo cinematográfico Marvel (MCU), que por uma década se interligaram, com super-heróis como Homem de Ferro, Capitão América, Thor, Viúva Negra, Hulk e Gavião Arqueiro, voltou a ser exibido com cenas extra em cerca de 1.400 salas dos Estados Unidos, após estrear em 26 de abril.

"Claro que, mesmo com a passagem de uma década, o impacto de 'Avatar', de James Cameron, continua tão poderoso como nunca, e os incríveis feitos destes dois filmes são uma prova continuada do poder do cinema de juntar pessoas numa experiência partilhada", referia o comunicado de sábado de Alan Horn, o diretor criativo dos Estúdios Disney, que, com a aquisição da 20th Century Fox, é dona das duas sagas.

O recorde de "Endgame" é contabilizado com valores correntes e não tem em conta filmes que precisariam de ser ajustados à inflação para que o valor que alcançaram possa ser usado num ranking atual. Desse ponto de vista, inalcançável seria "E Tudo o Vento Levou": se as receitas forem atualizadas com a inflação, o mítico filme de 1939 chega aos 3,703 mil milhões.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.