Em discussão estarão os cinco primeiros lugares que dão direito aos prémios e a manutenção no escalão A, tendo em conta que os últimos cinco colocados são relegados para a classe B.

Com o campeão em título, o União Recreativo Kilamba, na oitava posição de desfile, caberá ao União Povo da Samba, do distrito Urbano da Samba, o privilégio de fazer as honras da casa, abrindo o despique na pista da Nova Marginal.

Em 25 minutos de desfile, cada colectivo terá de percorrer uma distância de 400 metros de cumprimento para mostrar os seus atributos e procura convencer o júri.

Nesta classe, a luta vai ainda evolver o campeão dos campeões, o União Mundo da Ilha, detentor de 13 títulos, o histórico União Operário Kabocomeu, vencedor da primeira edição do Carnaval de Luanda pós-independência, e ainda os titulados União 10 de Dezembro, União Njinga a Mbande, União Jovens da Cacimba, União 54 e União Kiela ( o único grupo comandado por uma mulher).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.