Em declarações à Angop no final da exibição dos grupos da classe infantil, o dirigente afirmou que melhoraram muito e atingiram níveis  elevados, concretamente em termos de mensagens das canções,  coreografia e outros aspectos organizacional, comparativamente aos anos anteriores.

Para si, essas inovações devem ser bem exploradas e aprimoradas, de forma a permanecerem activas nos grupos.

"Essa transferência do legado e valores culturais aos mais novos é um dos indícios de que o Carnaval ganhou raiz e não irá morrer, pois os ideais estão sendo bem transmitidos",observou.

A classe infantil do Carnaval 2015 foi disputada por 12 grupos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.