Em declarações hoje, terça-feira, à Angop, o responsável aconselhou a consumirem bastante água, como prevenção contra a desidratação e outras doenças devido ao sol e ao calor, calçados adequados, bem como chapéus.

 

Faustino Minguês recordou que no domingo, dia 7, 38 integrantes de vários grupos carnavalescos que participaram no desfile da classe B foram assistidos por equipas médicas do Instituto Nacional de Emergências Médicas de Angola (INEMA) e  (SNPCB).

 

Os pacientes foram  diagnosticados com fatiga, dores musculares, distúrbio neurovegetativo que causaram desmaios depois da exibição.
Dos pacientes assistidos, quatro foram evacuados para os hospitais Josima Machel e  do Prenda.
 

“É normal quando temos uma actividade do género, mais tudo foi feito para socorrer as vítimas, sendo que algumas tiveram resposta a tempo e quatro inconscientes foram evacuados para unidades hospitalares públicas de referência”, sublinhou.

 

O porta-voz realçou ainda que os integrantes dos grupos carnavalescos devem  fazer exercício físicos no decorrer dos ensaios, no sentido de evitarem dores musculares.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.