Estes valores, que serão aplicados em prémios, pagamento ao corpo de jurado, entre outros gastos, representa um aumento de um milhão de Kwanzas em relação à edição anterior.

Ao falar à imprensa, num encontro com os membros da comissão organizadora, responsáveis dos grupos carnavalescos, entre outros envolventes no entrudo, Jeremias Piedade esclareceu que cinco milhões e 150 mil, do total disponível, serão aplicados para os prémios, enquanto que os três milhões e 378 mil Kwanzas vão ser gastos com os serviços técnicos.

Disse que a organização do Entrudo, cujo desfile deve acontecer na Avenida Allioune Blondin Beye, no bairro Académico, centro da cidade do Huambo, vai atribuir um milhão de Kwanzas ao 1º classificado da classe A (grupos carnavalesco em adultos), mais 100 mil em relação ao ano passado, 700 mil para o 2º e 500 mil para o 3º.

Para classe B (dança tradicional) estão reservados 450 mil Kwanzas para o vencedor, 350 mil para o 2º e 200 mil para o último lugar do pódio (3º).

Segundo o responsável, a organização definiu o valor de AKz 650 mil para o 1º classificado, AKz 500 mil para o 3º e AKz 400 mil para o 3º, enquanto para a melhor canção, rainha e comandante de todas as classes, vão receber 50 mil Kwanzas por cada um.

Para esta edição, acrescentou, foram inscritos 13 grupos na classe infantil, cujo desfile acontece a 23 deste mês, enquanto que a classe A oito conjuntos estão em fase de preparação, além de 12 outros de dança tradicional, cuja exibição vai acontecer no próximo dia 25.

O desfile contará igualmente com a participação de quatro blocos de animação.

Foram vencedores da edição passada, os grupos Ovinjenji, do município do Chinjenje, na classe A, Ongonjo, do Longonjo, no desfile tradicional e Rainha do Milho, da Caála, na categoria Infantil.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.