Em declarações à Angop, nesta quinta-feira, o administrador da circunscrição, Fernando Cardoso, adiantou que os agentes comerciantes, apesar do momento difícil que a economia do país está a viver, vão, na medida do possível, ajudar as colectividades carnavalescas.

A participação dos comerciantes não é obrigatório, mas voluntário, como forma de contribuírem para uma boa representatividade do distrito na maior manifestação cultural.

Os grupos já receberam os subsídios disponibilizados pelo Ministério da Cultura através da Comissão Provincial do Entrudo, contribuíndo, desta forma, para a melhor preparação.

Das nove colectividades, o União Jovens da Cacimba vai descer a praça da maior manifestação cultural como homenageada pelo Ministério da Cultura.

Na competição, o distrito vai ser representado pelo União 54, União 10 de Dezembro (classe A), União Jovens do Mukuaxi e União Amazonas do Prenda (B), e Cassules do 10 de Dezembro, Cassules do 54, Cassules Jovens da Cacimba e Cassules do Amazona do Prenda (classe infantil).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.