Se, por um lado, o desfile dos carnavalescos toma o seu percurso formal na pista da Nova Marginal sob o olhar de apreciadores, curiosos, membros do Executivo e, o mais preocupante, pelo menos para quem concorre, do grupo de jurados, a história por trás das bancadas é outra e bem diferente: aqui, não há pontuações, não há respeito ao tempo, nem tão-pouco cumprimentos de praxes.

Embora vibrando por um único som (dos alto-falantes gigantes espalhados pelo local), a expressão festiva de quem para a Nova Marginal se deslocou para festejar o Carnaval sem, no entanto, assumir a responsabilidade de dançar para um grupo concorrente resume-se na fiel encarnação da criatividade. São maioritariamente jovens provenientes dos bairros periféricos de Luanda que se vão aglomerando ao local, acompanhados de arrojadas indumentárias. Como é o caso de Vasco Paulo, um jovem que percorreu o bairro Boa Vista a pé em direcção à Nova Marginal. Trajado de forma “estranha”, como ele próprio classificou, está na Nova Marginal em companhia de amigos para comemorar a festa.

Perguntarmo-lo se os pés descalços, o tronco nu e a saia com a qual se apresenta representa alguma coisa para ele. Em respostas, Vasco Paulo disse que aquela era a sua realidade: a falta de um bom emprego e os dissabores da vida que possui no pacato bairro da Boavista.

À semelhança de Vasco Paulo, dezenas de pessoas encontram-se a festejar o Carnaval na Nova Marginal de Luanda como podem: dançando, brincando ou… conversando e trocando ideias com vários prestadores de serviços que aqui se encontram, como por exemplo os funcionários da Direcção Provincial da Saúde de Luanda que no local montaram cinco unidades móveis para acudir qualquer incidente que possa surgir no decurso do Carnaval 2014.

Da presença deste organismo destacam-se a distribuição de preservativos e testes de HIV. A responsável pelas unidades, Marcelina Menezes, disse que o objectivo é dar oportunidade para que as pessoas saibam sobre o seu estado serológico.

A Polícia Nacional também se encontra no local e já garantiu que até ao momento não foram registados quaisquer incidentes, à semelhança do Serviço Nacional de Bombeiros que possui um destacamento especial para acudir alguma eventualidade.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.